(21) 3026-6335/2148-2666

Hormônios podem causar Ganho de Peso?

Hormônios podem causar Ganho de Peso?

Os hormônios podem provocar ganho de peso? Esta é uma das perguntas mais freqüentes que escuto no consultório. As tres queixas mais comuns são: estou muito cansado, meu intestino não funciona bem e tenho dificuldade de perder peso. Os hormônios poderiam estar causando esses problemas? Veja abaixo  4 hormônios que podem causar alguns desses sintomas.

  1. Insulina
  2. Cortisol
  3. Da Tiróide
  4. Estrogênio

1. Insulina:

Avaliamos a glicose em jejum, a insulina de jejum e HA1C na maioria dos pacientes. Estes testes vão dizer como seu organismo está regulando seu açúcar no sangue. HA1C nos diz a média do açúcar no sangue nos últimos 3 meses. Se estiverem anormais, você está produzindo muita insulina. Muita insulina leva ao acumulo de gordura em torno da cintura. Se isso continuar por muito tempo, pode desencadear o diabetes tipo 2.

Então, como podemos controlar a insulina? Você terá que mudar sua dieta, comendo refeições regulares equilibradas ao longo do dia. Uma dieta rica em açúcar e cereais refinados, como doces, pão e bolos e biscoitos levam ao pré-diabetes. Uma Dieta com baixo índice glicêmico, rica em gorduras boas, controlando os efeitos negativos do excesso de insulina, ajuda você a perder a gordura acumulada. Este plano está disponível em nossa clínica e ao longo dos anos tem sido muito bem sucedido em ajudar muitas pessoas a perder peso e rejuvenescer.

  1. Cortisol:

O cortisol pode ser avaliado no sangue e através de um teste de saliva em três a quatro pontos ao longo do dia. Se você está produzindo muito cortisol você também vai ganhar gordura em torno de sua cintura. Esta alta de cortisol também vai deixar sua tireóide mais lenta, bloqueando a conversão de T4 em T3. T3 é a forma ativa do hormônio da tiróide. O cortisol é produzido durante períodos de estresse. Quando o cortisol sobe, seu metabolismo desacelera. Algumas das melhores maneiras de equilibraro cortisol são: ter 7 horas de sono,  boas estratégias antiestresse, comer refeições regulares durante o dia e modular a inflamação em seu intestino. Tomar ervas adaptogênicas como Ashwaghanda pode ser útil também.

  1. Tiróide:

Como mencionado acima, a tireóide é influenciada pelo que está acontecendo com o estresse e os níveis de cortisol. Ao ter sua tiróide avaliada, devemos verificar  TSH, T4 livre, T3 livre, T3 reverso e anticorpos de tireóide . Se você não tem o T4 e T3 verificados, você fica sem saber se está convertendo T4 inativo para o T3 ativo. A Tiroide define  seu metabolismo e se não estiver funcionando corretamente, será muito difícil perder peso. Além disso, se o seu sistema imunológico está atacando sua tireóide, ela vai ter dificuldade de produzir os hormonios da tiróide. Isso é chamado de doença de Hashimoto. Portanto, tenha certeza se sua tiroide esta sendo devidamente avaliada.

  1. Estrogênio:

Tanto os homens como as mulheres produzem estrogênio. Nas mulheres, o excesso de estrogênio em relação a progesterona provoca aumento de peso e muito pouco estrogênio (como na menopausa) faz com que você fique menos sensível à insulina e pode levar ao ganho de peso. Mulheres em seus 40 ano produzem menor quantidade de progesterona. Isso cria a predominância de estrogênio podendo desencadear ganho de peso. Adicionando progesterona natural de volta para as mulheres pode ajudar a equilibrar isso. Certifique-se de que seus níveis estão equilibrados dentro da normalidade ​​tanto para estrogênio como para progesterona. Isto pode ser feito com um simples exame de sangue. Quando o estrogênio está muito alto em homens e mulheres, seu corpo vai produzir mais proteínas ligadoras de hormonios, que  “amarram-se” aos hormonios da tiróide! E, como dissemos acima, tireóide define seu metabolismo. Se a tireóide está “amarrada” pelas proteínas de ligação, ela não pode interagir com os locais dos receptores para tiróide. Estes sítios receptores são encontrados em cada célula do corpo! Não é de se admirar porque um mau funcionamento da tireóide traga tantos problemas. Então, como podemos equilibrar o estrogênio? Uma das maneiras é mudarmos nossa relação com a comida. Se o estrogênio está muito alto, comer mais vegetais como brócolis e couve-flor ajuda seu corpo a modular estrogênio, dentre outras estratégias alimentares. Além disso,  suplemento como DIM pode ajudar neste processo. Para as mulheres na menopausa, a reposição hormonal bio-indentica pode restaurar hormônios de volta para níveis saudáveis.

Felizmente, há alguma luz sobre o assunto e com o devido tratamento pode-se solucionar todos esses problemas!

Marque sua consulta!

Depoimentos