(21) 3026-6335/2148-2666

6 coisas que você deve saber sobre a vitamina D

6 coisas que você deve saber sobre a vitamina D

Seis coisas que você deve saber sobre a vitamina D

Descobrir todos os fatores que podem afetar seu nível de vitamina D não é uma tarefa fácil. Seu corpo produz vitamina D quando a luz solar atinge a pele. Você também pode obter a vitamina do alimento (principalmente se ele foi adicionado, e alguns alimentos são fontes naturais de vitamina D) ou tomando um suplemento.

O processo pelo qual o corpo produz vitamina D é complexo. Inicia-se quando a pele absorve os raios na parte invisível ultravioleta B (UVB) do espectro da luz. O fígado e os rins também participam para fazer uma forma de vitamina que o corpo possa usar.

Uma série de fatores influenciam os níveis de vitamina D de uma pessoa. Seguem abaixo os 6 mais importantes:

Onde você mora. O mais longe do equador a pessoa morar, menos vitamina D pela luz UVB do sol atingirá a superfície da terra durante o inverno. Dias curtos e roupas que cubram braços e pernas também limitam a exposição UVB. Há uma maior deficiência de vitamina D em Porto Alegre, por exemplo, quando comparado com os estados do Norte e Nordeste do Brasil.

Qualidade do ar. Partículas de carbono no ar a partir da queima de combustíveis fósseis, madeira e outros materiais de dispersão absorvem os raios UVB, diminuindo a produção de vitamina D. Em contraste, o ozônio absorve a radiação UVB, assim buracos causados ​​pela poluição na camada de ozônio poderiam acabar aumentando os níveis de vitamina D.

Uso de protetor solar. Protetor solar evita queimaduras solares, bloqueando a luz UVB. Teoricamente, isso significa que o uso de filtro solar reduz os níveis de vitamina D. Porém, muito poucas pessoas colocam protetor solar suficiente para bloquear toda a luz UVB, ou  usam protetor solar de forma irregular. Logo, os efeitos da proteção solar sobre a vitamina D pode não ser tão importante. Em estudo australiano, que é frequentemente citado, não houve diferença na vitamina D entre adultos distribuídos aleatoriamente usando protetor solar no verão comparados com aqueles usando creme placebo. Mas como precaução recomenda-se pegar sol pelo menos 15 minutos por dia entre 11 e 14 horas sem protetor solar. Após 15 minutos, coloca-se o protetor para evitar queimaduras e câncer..

Cor da pele. A melanina é a substância na pele responsável pela pigmentação da pele. Ela compete com o UVB, interagindo com a substância na pele que inicia a produção de vitamina D do corpo. Como resultado, as pessoas de pele escura tendem a exigir mais exposição UVB do que as pessoas de pele clara para gerar a mesma quantidade de vitamina D.

Peso. Estudos mostraram que ser obeso está correlacionada com níveis baixos de vitamina D e que o excesso de peso pode afetar a biodisponibilidade de vitamina D.

Idade. Em comparação com os mais jovens, os idosos têm níveis mais baixos da substância que a luz UVB converte no precursor da vitamina D na pele . Há também evidências experimentais de que as pessoas mais velhas são menos eficientes produtores de vitamina D do que as pessoas mais jovens.

Vamos manter níveis adequados de vitamina D? Marque sua consulta!

 

 

 

Depoimentos