(21) 3026-6335/2148-2666

Alimentação para uma pele sem oleosidade

Alimentação para uma pele sem oleosidade

Qual a relação da alimentação com a produção excessiva de sebo? A ingestão de alimentos muito gordurosos e/ou uma alimentação desiquilibrada podem contribuir para o agravamento do problema?

Além de fatores hormonais e genéticos, uma alimentação desequilibrada, com excesso de carboidratos refinados (presentes no pão branco, biscoitos e doces em geral), além de alimentos ricos em  gorduras saturadas, como frituras, podem estimular a produção de sebo pelas glândulas sebáceas.

Além de reduzir o estresse e a ansiedade, com uma alimentação a cada 3 horas, e a inclusão de terapias anti estresse, como massagens relaxantes, podemos incluir chás calmantes, como camomila e folha do maracujá.

Devemos usar carboidratos de baixo índice glicêmico, como batata doce, pães e cereais integrais, ricos em fibras.

Ingerir 2 litros de água por dia, além de incluir alimentos ricos em vitamina A, como cenoura, melão, couve cozida e beterraba cozida, além de fontes de vitamina C, como mamão, kiwi, acerola, batata doce, ajudam  a ter uma pele saudável.

Alimentos prebióticos, como alcachofra, biomassa de banana verde, chicória, batata yacon e aspargos, iogurtes desnatados, regulam o intestino e mantem o organismo em equilíbrio, auxiliando na eliminação de toxinas.

Pessoas suscetíveis a acne devem ter cuidado com o uso de suplementos com complexo B, pois a vitamina B12 pode aumentar a oleosidade da pele.

Depoimentos