(21) 3026-6335/2148-2666

Flores comestíveis embelezam o prato

Flores comestíveis embelezam o prato

Peixe é sempre uma opção saudável, desde que frescos, de boa procedência e sem serem fritos.

Quando o peixe é frito, a absorção de ômega 3 diminui, porque o peixe absorve ômega 6, presente no óleo.

Para tempera-lo, limão e ervas, como: alecrim, manjericão, coentro, louro, pimenta do reino, pimenta rosa, noz moscada. E para embelezar o prato e deixa-lo mais apetitoso aos nossos olhos, que tal usar flores comestíveis?

As flores comestíveis não atrapalham o emagrecimento, pois são pobres em calorias e ricas em nutrientes e compostos bioativos  importantes para a saúde e o processo Detox do organismo. Mas atenção: devem ser compradas de produtores que façam o cultivo especialmente para uso culinário, sem a utilização de agrotóxicos ou tratamento químico.

Seguem algumas opções:

Capuchinha

Pode ser encontrada nas cores amarela e vermelha. As flores têm gosto apimentado,  semelhante ao agrião devido à presença de compostos sulfurados, ajudando no processo Detox do organismo e na prevenção do câncer.Os botões florais e os frutos são usados para fazer picles e têm gosto semelhante à alcaparra. Fonte de vitamina C e betacaroteno, são estimulantes do sistema imunológico. Também podemos destacar  as propriedades medicinais da Capuchinha como: antiepasmódica, antiescorbútica, antisséptica, antibiótica natural e expectorante.

Endro ou aneto

Rico  em óleos essenciais como carveol e limonina, além de flavonóides derivados do kenferol,  possui propriedades antiinflamatória, anti-séptica, aperiente, aromática, carminativa, depurativa, digestiva e diurética. As folhas, os frutos e as sementes do endro podem ser aproveitadas para o consumo. Suas flores são muito usadas em picles de pepino ou de couve-flor.

Amor perfeito

Planta da família das Violaceae, o amor-perfeito-bravo possui diversas propriedades, como,  adstringente, anti-seborréica, anti-inflamatória, bactericida, depurativa e diurética.

Possui vitamina C, óleos essenciais, carotenoides e rutina, flavonoide com atividade antioxidante e anti-inflamatória.

Flor de abóbora

Além da abóbora, que é rica em cálcio, potássio, fósforo,  magnésio, vitamina A, C, E além de fibras, podemos aproveitar também suas sementes, ricas em zinco e magnésio, e sua flor. As flores de abóbora podem ser utilizadas em sopas ou guisados. Muito utilizada na gastronomia mexicana, possui poucas calorias. É também uma fonte importante de cálcio, que contribui na formação de ossos e dentes. Uma boa sugestão é enriquecer uma sopa de abóbora com suas sementes sem casca, que são ricas em magnésio, pingar um fio de azeite, para absorver melhor a vitamina A,  e enfeitá-la com suas flores,  auxiliando, desta forma, na prevenção da osteoporose e preparando sua pele para o verão.

 

 

 

Depoimentos